Desenvolvimento da Concepção Participativa para Saneamento

Fronteiras Edição 1

Printer-friendly versionPrinter-friendly version

A sustentabilidade das latrinas é uma questão fundamental de CLTS. Solos arenosos ou rochosos, inundações sazonais e térmitas podem criar dificuldades às comunidades que assumiram elas próprias a responsabilidade do seu saneamento, como resultado do CLTS, e que estão a construir latrinas. O Manual de CLTS identifica a necessidade de abordagens da concepção participativa durante as sessões de acompanhamento com as comunidades capacitadas. Os programas de comercialização do saneamento também aplicaram concepção participativa, levando os utentes e os fornecedores de saneamento a criar tecnologias de saneamento inovadoras.

A concepção participativa oferece uma metodologia para assegurar que os utentes participem na criação e na selecção de tecnologias de saneamento que sejam apropriadas e acessíveis para eles. Dá oportunidade aos utentes de expressarem os seus conhecimentos e competências tradicionais, muitas vezes escondidos, em parceria com designers e investigadores.

Nesta edição, Ben Cole, que ajudou o UNICEF a adaptar e testar a concepção participativa de latrinas no Malawi, descreve as diferentes fases da concepção participativa de latrinas e dá orientações práticas com base nas experiências do Malawi.

Baixe Desenvolvimento da Concepção Participativa para Saneamento

Date: 16 June 2014
Resource types: 
Language: 
Portuguese